Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Índice de Aedes aegypti chega a 9,6% em Bom Despacho

Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Índice de Aedes aegypti chega a 9,6% em Bom Despacho

Apoie você também a luta contra o mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus

A Secretaria de Saúde terminou o 2° levantamento de focos da dengue de 2019. Os dados são assustadores e mostram que o índice subiu de 8,5% para 9,6%.

A situação é gravíssima pois o índice tolerável é abaixo de 1%. “Encontramos muitos focos do mosquito Aedes aegypti. Podemos ter uma epidemia a qualquer momento”, alerta o gerente de epidemiologia, Fernando Júnior.

Além disso, o tipo de vírus da dengue que está em circulação na cidade é o 2, responsável pelos casos mais graves.

Os principais criadouros do Aedes aegypti: ralinhos destampados, vasos de plantas, tambores, vasos sanitários em desuso, caixas de passagem, caixinhas de gordura, bromélias, pneus, materiais descartáveis (garrafas, sacolas, latas), baldes, garrafas de cerveja, lonas, painéis de carro, bebedouro de animais, caixa d’agua, panelas, regadores, lajes irregulares, reservatórios de geladeira, sucatas.

Imprimir