Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Galeria de Prefeitos

Galeria de Prefeitos

Faustino Antônio Assumpção Filho (1912-1915)
Nasceu em Bom Despacho, dia 14 de fevereiro de 1886. Conhecido como Coronel Tininho, foi o primeiro presidente da Câmara de Bom Despacho, assumindo em 1912.
Pedro de Paulo Gontijo (1915 a 1920)
Residente de Bom Despacho, era farmacêutico e foi prefeito por um mandato, iniciado em 1915.
Antônio Guerra da Silva (1920-1923)
Residente de Bom Despacho, foi prefeito por um mandato, iniciado em 1920.
Faustino Assunção Teixeira (1923-1927; 1927-1930)
Residente de Bom Despacho, era farmacêutico e foi prefeito durante dois mandatos, iniciando em 1923.
Flávio Cançado Filho (1930-1945)
Nasceu em maio de 1898. Farmacêutico, foi nomeado prefeito de Bom Despacho durante a Era Vargas, entre 1930 a 1945.
Dr. Erotides Diniz (1945)
Nasceu em Varginha em 11 de agosto de 1901. Magistrado e promotor, assumiu como prefeito municipal de Bom Despacho em 1945.
Domingos de Carvalho Mendanha (1945-1946)
Nasceu em 04 de Fevereiro de 1919, na cidade de Itabirito-MG. Era contador e foi nomeado prefeito de Bom Despacho em 1945.
Wilson Lopes do Couto (1947)
Nasceu em 26 de outubro de 1918, no Retiro São José. Professor, foi prefeito apenas por três dias no ano de 1947.
João Pedro de Araújo (1947)
Nasceu dia 12 de abril de 1900, em Bom Despacho. Fazendeiro e político, foi nomeado prefeito de Bom Despacho no ano de 1947.
José de Paula Marques Gontijo (1947)
Nasceu em Bom Despacho em 1919. Conhecido como Dr. Juca, atuou como médico e foi prefeito da cidade no ano de 1947.
Hugo Marques Gontijo (1947-1951)
Nasceu em 9 de outubro de 1923, em Bom Despacho. Médico, foi o primeiro prefeito eleito democraticamente em Bom Despacho. Assumiu o cargo em dezembro de 1947.
Cisalpino Marques Gontijo (1951)
Nasceu em 1 de setembro de 1905 em Carmo do Paranaíba. Médico, foi eleito prefeito de Bom Despacho em 1951, renunciando dias depois.
Walfrido Teixeira de Carvalho (1951-1953 aprox.)
Dentista e secretário da prefeitura, assumiu o cargo de forma interina, após a renúncia do prefeito Cisalpino e de seu vice, Dr. Miguel Marques Gontijo.
Nicolau Teixeira Leite (1953-1955 aprox.)
Nasceu em 07 de agosto de 1897, em Bom Despacho. Advogado, jornalista e político, foi prefeito interino, após a saída de Walfrido Teixeira, a partir de 1953, aproximadamente.
Francisco de Araújo Lopes Cançado (1955-1959)
Nasceu dia 5 de outubro de 1915, em Bom Despacho. Era médico e foi eleito como prefeito de Bom Despacho no ano de 1955.
Antônio Leite de Oliveira (1959-1963; 1971-1973; 1978-1982)
Nasceu em Bom Despacho no ano de 1917. Era garimpeiro, empresário e político. Foi prefeito por três mandatos, o primeiro iniciado em 1959.
Roberto de Melo Queiroz (1963-1967)
Nasceu em 5 de novembro de 1924, na Fazendinha, em Bom Despacho. Empresário rural, médico e político, foi eleito e assumiu como prefeito no ano 1963.
Geraldo Simão Vaz (1967-1971; 1973-1977; 2001-2004)
Nasceu em 6 de abril de 1936, na fazenda Malaquias, atual Araújos. Era garimpeiro, empresário e político. Foi prefeito por três mandatos, o primeiro iniciado em 1967.
José Cardoso de Mesquita (1º de Janeiro de 1989 a 31 de dezembro de 1992)

Nasceu em 30 de janeiro de 1937. Médico, produtor rural e político, foi prefeito da cidade no início da década de 90.

Célio Luquine (1983-1988; 1993-1996)
Nasceu em 2 de julho de 1947, em Abadiânia, no estado de Goiás. Contabilista e político, atuou como prefeito em dois mandatos, o primeiro iniciado em 1983.
Haroldo de Sousa Queiroz (1997-2000; 2005-2008; 2009-2012)
Nasceu em 17 de maio de 1960, em Bom Despacho. Fazendeiro, empresário e político, atuou como prefeito em três mandatos, o primeiro iniciado em 1997.
Fernando José de Castro Cabral (2013-2016; 2017-2020)
Nasceu em 23 de junho de 1951, na Ressaca, região rural de Bom Despacho. Auditor Federal do Tribunal de Contas da União, advogado, professor, empresário. Foi prefeito eleito no ano 2012. Em 2016 foi reeleito, seu segundo mandato encerra-se em 2020.