Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Júlia de Oliveira, da EM Cel. Praxedes, foi terceira colocada no 40º Concurso Internacional de Redação de Cartas

Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Júlia, do 4º fundamental foi terceira colocada no Estado

Concorrendo com milhares de cartas enviadas por participantes dos mais de 800 municípios do Estado, a aluna Júlia Rodrigues de Oliveira, do 4º ano fundamental da Escola Coronel Praxedes, classificou-se em terceiro lugar no 40º Concurso Internacional de Redação de Cartas, uma iniciativa da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – EBCT.

A classificação é inédita em todo o município e confirma, mais uma vez, a competência do sistema educacional de Bom Despacho.

Leia o texto vencedor da Júlia e a notícia completa clicando no link.

A diretora Virgínia de Sousa Maciel Pessoa Cançado conta que a escola tem por hábito participar deste concurso, assim como de outros projetos que são apresentados, e que se surpreendeu com o resultado.  “ Recentemente nossa escola superou o índice do Ideb – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – entre todas as escolas municipais da Superintendência da Regional de Ensino de Pará de Minas, ultrapassando a meta esperada para 2021, a classificação da Júlia demonstra que estamos no caminho certo”, disse a diretora. “

Para participar do concurso o aluno deveria apresentar a redação de uma carta com – entre – 500 a 800 palavras sobre o tema “Imagine que você fosse uma árvore na floresta”. A Júlia escolheu então ser um pé de Goiaba e a carta foi enviada – pelo Correio  – para uma ex-professora da escola ao mesmo tempo em que uma cópia seguiu para o endereço do Concurso. Para auxiliar a aluna antes da redação ela contou com o apoio de uma equipe multidisciplinar composta pelas professoras Ana Célia Ferreira Silva, Maria das Graças de Mendonça Alves e a professora de Literatura Roberta Milene de Oliveira. Nas aulas de ciências ela aprendeu a importância das árvores para a preservação do meio-ambiente e nas de literatura exercitou a redação de cartas com todas as suas singularidades. No Coronel Praxedes participaram 63 alunos cujos trabalhos – depois de avaliados – foram reduzidos a sete e depois aos dois que acabaram participando do Concurso em nome da escola.

Júlia irá receber o seu prêmio pela terceira colocação no mês de maio (Semana da Comunicação) na Diretoria Regional dos Correios em Belo Horizonte.  Assim como a Júlia, o Concurso também premiou a escola que também vai ganhar um som portátil MP3, com cd e rádio.

Texto

Bom Despacho,23 de março, de 2011.

Caras crianças, tudo bem com vocês? E com suas famílias?

Hoje eu não sou a Júlia, sou um pé de goiaba. Sou um pouco descascada, mas bem grande. Tenho muitos galhos e várias folhas verdes escuras, meu fruto é verde e  por dentro é vermelho e tem muitas sementes.

Bem já que eu me apresentei, vou lhes dizer minha importância. Eu purifico o ar e eu mesma faço minha comida, sugo água da raiz até as folhas, e já ia me esquecendo sugo também sais minerais. Quando esses ingredientes chegam nas folhas, eu cozinho usando energia solar, gás carbônico e clorofila,é o que deixa as folhas das plantas verdes. Sabiam que sem árvores não tem água?

Crianças não arranquem flores, folhas e não deixem ninguém matar (arrancar) nenhuma árvore.

Galera tratem as árvores com respeito. Vocês não sabem o que nós sentimos, mas você vai descobrir.

Quando vocês balançam em nós, ficamos totalmente felizes, quando vocês arrancam folhas, flores e galhos nós, árvores, ficamos extremamente tristes.

Como vocês, nós temos vários amigos e amigas, mas também ficamos tristes quando cortam uma de nós!

Nós árvores, somos úteis para muitas coisas: papel, madeira e outras coisas.

Toda árvore é importante, as frutíferas e as coloridas e até mesmo as simples.

É maravilhoso quando passarinhos vêm se abrigar em meus galhos. Em mim, eles encontram alimento e sossego. Fico muito feliz  pois eles cantam para alegrar meu dia.

Borboletas e outros insetos também sentem vontade de me visitar e alguns até moram por aqui. Vocês não imaginam que orgulho eu sinto. Fico até emocionada de saber que eu faço moradia e proteção para esses bichinhos.

Como sou uma goiabeira, também sirvo alimento para os homens. Quando eles vêem meus frutos saborosos, não resistem! Se for crianças então? Elas sobem em mim, se fartam, riem e me deixam muito feliz.

Nós árvores, fomos criadas para fazer o bem no Planeta Terra. Nossas raízes, por exemplo, através delas muitos medicamentos são fabricados e podem até salvar vidas.

Nossos troncos também são de muita utilidade. São usados para fazer papel, madeiras para móveis e casas. Até barcos, carros e aviões, a madeira é utilizada. Do meu tronco também fazem brinquedos e enfeites.

É muito importante todos saberem das nossas utilidades para que nos preservem. Os humanos assim como nós, estão sofrendo com as mudanças no clima. As árvores podem ajudar a salvar o planeta. Sem árvores nas beiras dos rios, o barro entra e deixa o rio sujo, raso e sem peixes. Cada vez mais, acontecerá enchentes e inundações.

Me preservem! Sou um bem precioso! Talvez o maior bem do planeta. Apelo para vocês crianças que ainda são pequenas e podem desde cedo fazer o bem.

Pensem em tudo que eu represento: a vida do planeta!

As raízes também ajudam a absorver a água e evitar desmoronamentos.

Peço sua ajuda, o ser humano está destruindo todas nós! Divulguem, reclamem, protestem. Não haverá um mundo saudável para vocês viverem, água potável, ar puro, comida com fartura. As crianças também são muito importantes. Então é preciso que usem sua sabedoria para mudar esta triste realidade que é a devastação das florestas.

Lembrem-se, as árvores são seres vivos que nascem, crescem, reproduzem e morrem. Durante sua vida, só fazem o bem. Merecemos respeito!

Conto com vocês! Abraços floridos!

Árvore: Goiabeira.

Imprimir