Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Prefeitura de Bom Despacho

Obras de asfaltamento e drenagem pluvial na Avenida Brasil: Um passo para a valorização do Bairro Dom Joaquim

Estudantes da rede municipal participarão de estudo sobre o impacto da higienização correta das mãos

Prefeitura vai retirar veículos abandonados das ruas

Atenção, produtor rural: Aumente a produtividade de seu gado com o programa Mais Pecuária Brasil

Veja como foi o Dia D de combate ao Aedes aegypti em Bom Despacho

Unidade Referência de Arboviroses atende exclusivamente pacientes com Dengue, Chikungunya e Zika Vírus

Como está a qualidade do sinal digital em sua residência?

 

A Prefeitura iniciou um serviço para melhoria da mobilidade em parte da Avenida Brasil. Este serviço trata-se de um paliativo, tendo em vista a necessidade de drenagem profunda naquela localidade. Nas fotos, observa-se um trecho da via onde está sendo preparada a base para receber camada de asfalto.

Drenagem pluvial é essencial para que a Av. Brasil mantenha sua qualidade: Por estar em região te talvegue, sendo o local de caminho natural das águas pluviais, a Avenida Brasil recebe muita água da chuva o que danifica o asfalto. Para evitar transtornos à população e valorizar a região, a Prefeitura está trabalhando nos projetos de drenagem para melhor atender a população local.

Na foto, a aluna Valentina Rosado de Oliveira, da Escola Coronel Praxedes

Os mais de quatro mil alunos da rede municipal de ensino de Bom Despacho passarão por um estudo observacional sobre intervenções na educação para higienização das mãos e seus impactos pedagógicos, sanitários e econômicos. A pesquisa, coordenada pela docente da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), MSc. Cynthia Nara Pereira de Oliveira, e pela docente da Una Unidade Bom Despacho, integrante do Ecossistema Ânima, Dra. Amanda Luisa da Fonseca, tem previsão para início em março e será publicada no início do próximo ano.

Durante todo o período letivo, todos os alunos receberão intervenções na educação sobre higiene de mãos. Entretanto, uma parte amostral dos alunos receberão, além da intervenção na educação, dois produtos importantes para higiene das mãos: sabonete líquido e gel antisséptico. Espera-se com o estudo reafirmar a educação como sendo uma medida eficaz para reduzir a disseminação de doenças, melhorar a saúde dos alunos e colaboradores das escolas, diminuir as faltas escolares e gerar economias substanciais nos gastos públicos com tratamento de enfermidades.

As pesquisadoras explicam que as 16 escolas de Bom Despacho serão divididas em dois grupos: um grupo que receberá a intervenção na educação sobre higiene das mãos e receberá os produtos de higiene das mãos para uso pessoal durante todo ano letivo; e um grupo que apenas receberá a intervenção na higiene das mãos. Ao longo do ano, serão comparados os números de abstenções de alunos e funcionários por motivo de doença nos últimos anos das escolas, assim como serão coletadas informações sobre saúde e hábitos de higiene de mãos dos alunos participantes fora e dentro de seu ambiente familiar. “Estudos demonstram que a higiene das mãos têm relação direta com notificações de doenças gastrointestinais, virais e infecciosas. Durante a pandemia da Covid-19, desenvolvemos um gel para assepsia de mãos, não inflamável e seguro para peles sensíveis, como as das crianças. Além de mais seguro, nosso gel para assepsia de mãos tem efeito residual maior que o álcool em gel e, também, um espectro de ação maior. Isso significa que além de maior tempo de ação a superfície das mãos, nosso produto foi capaz de eliminar um maior número de microorganismos que causam doenças quando comparado ao álcool em gel”, explica Dra. Amanda Luisa, professora da Una.

Para além dos benefícios, o gel de assepsia é seguro por não ser inflamável, pois não possui álcool ou outras substâncias em concentração inflamável na sua composição. Durante o período de maior utilização do álcool em gel durante a pandemia, muitas crianças sofreram queimaduras e acidentes domésticos devido a volatilidade e inflamabilidade do álcool que precisou ser frequentemente utilizado.

As professoras e pesquisadoras afirmam que o gel desenvolvido possui nanopartículas naturais de biocidas e foi desenvolvido para peles sensíveis, como a pele das crianças. As escolas também receberão sabonete líquido desenvolvido para peles sensíveis, como parte primordial e indispensável para a higiene das mãos.

A secretária municipal de educação, Gabriela Fernandes, ressalta a importância de se definir técnicas e cultura de higienização das escolas junto aos colaboradores responsáveis pela limpeza para que isso reflita nos alunos e suas famílias. “Durante todo o ano vamos realizar reuniões, aulas e workshops com o tema de higiene das mãos nas escolas municipais participantes de forma sistemática, desenvolver materiais didáticos em formatos digitais e audiovisuais sobre competências, com linguagem simples e moderna, capazes de estimular o interesse e facilitar a compreensão das crianças e adultos. A intenção é que esses hábitos comecem na escola, mas ultrapasse o ambiente escolar, chegando até as famílias”, revela.

Estatísticas

Dados epidemiológicos do Brasil revelam preocupantes índices de infecções em crianças pelo ambiente educacional, com uma estimativa 55,3% de prevalência de infecção que leva à quadros de diarreia aguda. Além disso, infecções respiratórias agudas também se mostram como uma séria ameaça à saúde infantil, sendo responsáveis por 25% a 33% das mortes em crianças pré-escolares no Brasil. O perfil da distribuição epidemiológica das notificações de infecções respiratórias e gastrointestinais apresentados pelo município de Bom Despacho nos últimos dois anos evidencia a vulnerabilidade do grupo constituído por crianças menores de 11 anos de idade. A infecções transmissíveis na infância ganha considerável importância não apenas devido aos problemas de saúde que são consequência, mas também devido à sua associação frequente com condições como diarreia crônica e desnutrição. Esses fatores podem resultar em consequências graves, incluindo déficits físicos, cognitivos, e até mesmo a mortalidade. O aumento dessas doenças em crianças institucionalizadas está associado a fatores como aglomeração, contato próximo com outras pessoas e, especialmente, hábitos que facilitam a disseminação de doenças, como levar as mãos e objetos à boca e a falta de higiene das mãos.

Essa rotina de descuido tem consequências para além da saúde, com prejuízos na formação pedagógica, pelo absenteísmo escolar causado pela doença, e nos gastos públicos destinados a tratar estas doenças. Além disso, as crianças infectadas funcionam como vetores e contaminam também outros indivíduos, como pais, irmãos e funcionários das creches e escolas, que, por sua vez, transmitem o agente adiante.

#TBT de hoje é do último sábado, dia 24, quando a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu em Bom Despacho o Dia D de combate ao Aedes aegypti com apoio da Polícia Militar, Tiro de Guerra, das secretarias municipais de Obras e Meio Ambiente em toda a região da Cidade Nova.

Foram removidos 19 caminhões de materiais que poderiam virar criadouros do mosquito Aedes aegypti. Os materiais foram pneus, geladeiras, sofás, guarda-roupa, painel de TV, cômoda, tanque de lavar roupas, podas de árvores, entulhos de construção, garrafas, cadeiras e mesas.

No sábado, 09 de março, haverá mais um mutirão, desta vez nos bairros São José, Dom Joaquim, Jardim América, Belvedere, Novo Dom Joaquim, Conjunto H. Maria de Melo e Dom Rafael.

 

A Prefeitura de Bom Despacho, juntamente com a Polícia Civil, está retirando das ruas os carros abandonados. Além de melhorar significativamente o trânsito de pedestres e veículos, a ação também vai eliminar a presença de animais peçonhentos, reduzir os focos de dengue e acabar com potenciais esconderijos de drogas.

Serão retirados da rua, veículos imobilizados a um longo período, que apresentem sinais como: pneus murchos, crescimento de vegetação em seus arredores, mal estado de conservação e veículos que não estejam aptos a circulação, como carcaças soltas.

Ao longo de 2023, vários veículos foram removidos das vias públicas. A orientação é que os proprietários providenciem a retirada de veículos em situação de abandono antes da ação de remoção realizada pela Polícia. “É importante ressaltar que a restituição dos veículos ocorrerá apenas quando estiverem em condições adequadas de circulação, com taxas, multas e documentação regularizadas. Caso contrário, após um prazo de até 90 dias, os carros serão encaminhados para leilão, resultando na perda do bem para o proprietário“, relatou o Secretário de Trânsito, Heleno Maia.

Denuncie carros abandonados em via públicaClique aqui e preencha o formulário da ouvidoria.

Dia 14 de março, quinta-feira, a Prefeitura inaugurará oficialmente o novo espaço da Biblioteca Municipal.

Com este espaço revitalizado, buscamos promover ainda mais o acesso à educação, leitura e a cultura.

Venha participar conosco deste dia especial!

Atenção, produtor rural: Aumente a produtividade de seu gado com o programa Mais Pecuária Brasil

Programa oferece sêmen de alta qualidade para produtores rurais de Bom Despacho.

A Prefeitura de Bom Despacho, em parceria com a Confederação Nacional dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares do Brasil – Conafer, está desenvolvendo o Programa Mais Pecuária Brasil.

O programa disponibilizará até 20 (vinte) doses de sêmen bovino de alta qualidade, provenientes da Central da Alta Genétics, para cada produtor, oferecendo a opção de escolha entre sêmen para gado de corte ou de leite.

Todo o processo de inseminação e assistência técnica será realizado de forma gratuita por profissionais qualificados, incluindo o Médico Veterinário da Confaer e técnicos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agricultura de Bom Despacho.

A Prefeitura está proporcionando aos produtores rurais locais uma oportunidade única de aprimorar a genética de seus rebanhos. Com a possibilidade de escolher entre sêmen para gado de corte ou de leite, os produtores têm a oportunidade de alinhar sua produção às demandas do mercado e aumentar a rentabilidade de seus negócios”, relatou a servidora da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Neide Braga.

Para participar, entre em contato com os Técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agricultura pelo telefone 37 3520-1403, ou visite pessoalmente a sede da Prefeitura (antigo SESC).

Na próxima segunda, 4, é comemorado o Dia Mundial da Conscientização sobre a Obesidade, que tem como principal objetivo disseminar conhecimento sobre a doença, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo.

Para promover na população hábitos de vida mais saudáveis, com emagrecimento de forma consciente e segura, a Prefeitura realiza o projeto “Auto cuidado sob medida”, que oferta acompanhamento nutricional completo. O programa, que tem duração de 12 meses, inclui avaliações laboratoriais, análise do consumo alimentar, medição de peso, altura e circunferências abdominais, além da avaliação do percentual de gordura e massa magra por meio da bioimpedância.

“Os encontros do grupo abordam temas variados, como receitas saudáveis, orientações sobre hidratação, informações nutricionais, dinâmicas motivacionais, definição de metas de emagrecimento e elaboração de planos alimentares personalizados”, esclareceu a nutricionista da Equipe Multiprofissional da Prefeitura, Cristina Mota.

Os participantes são acompanhados individualmente ao longo do processo, com registro da evolução e suporte contínuo. “Mais de 20 milhões de brasileiros são afetados pela obesidade. Trata-se de uma doença crônica que requer atenção especializada, envolvendo nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e médicos”, relatou a Coordenadora Equipe Multiprofissional da Prefeitura, Nathalia Firmino.

Para participar do Projeto e ter uma vida mais saudável, basta procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima da sua residência. Clique aqui para saber quando e onde o Grupo Autocuidado Sob Medida acontece.

No último sábado, dia 24, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu em Bom Despacho o Dia D de combate ao Aedes aegypti com apoio da Polícia Militar, Tiro de Guerra, das secretarias municipais de Obras e Meio Ambiente e da Assessoria de Comunicação da Prefeitura. Confira fotos do Dia D.

Foram removidos 19 caminhões de materiais que poderiam virar criadouros do mosquito Aedes aegypti. Os materiais foram pneus, geladeiras, sofás, guarda-roupa, painel de tv, cômoda, tanque de lavar roupas, podas de árvores, entulhos de construção, garrafas, cadeiras, mesas.

Na ação houve Feira de Mobilização Social na Praça do Rotariano que teve atrações para toda a família como pula-pula, oficina de pintura facial, atividades lúdicas com pessoas fantasiadas de Aedes aegypti. Também foi feita distribuição de panfletos e orientações sobre o combate ao Aedes aegypti. A Banda do Machado de Prata (Banda do 7º Batalhão), a Base Comunitária Móvel da PM e o PM Amigo Legal também participaram.

No Mutirão de Limpeza, mais de 30 servidores, entre eles agentes de combate a endemias e auxiliares na coleta de materiais, participaram do mutirão.

Fique atento! Veja o cronograma de mutirões de combate ao Aedes aegypti. A Prefeitura está realizando os mutirões por toda a cidade.

Estão abertas até amanhã, dia 27, as inscrições do Processo Seletivo 3/2023. Há cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior para contratação por tempo determinado. A TV Alterosa destacou a seleção. Veja a entrevista com a gerente de Gestão com Pessoas, Leila Gonçalves, acima.

Clique aqui para acompanhar as publicações e se inscrever. Os cargos disponíveis abrangem diversas áreas incluindo saúde, educação, engenharia, administração, entre outras. Os cargos variam desde auxiliar de saúde bucal até especialistas como médicos e engenheiros.

A Prefeitura parabeniza a bom-despachense Dinoralva Gontijo pelo Prêmio “Minas Gerais de Saberes” da Academia Mineira de Belas Artes.

Para promover ainda mais qualidade de vida para crianças e adolescentes, a Prefeitura realizou no último dia 15, uma palestra para os servidores da Aliança Bondespachense de Assistência e Promoção – Abap.

Com o tema “O Impacto da Atividade Física na Qualidade de Vida de Crianças e Adolescentes”, a palestra, ministrada pela Secretária de Esportes Roberta Neves, destacou a relevância de manter os jovens em constante movimento. “A prática regular de atividades físicas não apenas reduz o risco de problemas de saúde mental, como estresse e depressão, mas também auxilia na manutenção de uma imagem corporal positiva, proporcionando benefícios essenciais ao corpo humano”, destacou a Secretária de Esportes e Lazer, Roberta Neves.

Ao todo, 14 funcionários da instituição participaram da apresentação.“Profissionais que lidam com crianças têm o dever de combater o sedentarismo desde cedo, incentivando a prática diária de exercícios físicos, seja de forma informal no dia a dia ou por meio de atividades estruturadas como esportes, jogos, dança, entre outras modalidades recreativas”, completou Neves.

“Ficou claro que promover a atividade física na infância e na adolescência significa estabelecer uma base sólida para a redução da prevalência do sedentarismo na idade adulta, contribuindo desta forma para uma melhor qualidade de vida”, destacou o estudante de Educação Física e servidor da Abap, José Gabriel Gomes.

Confira nossa edição do Prefeitura Responde sobre o combate ao Aedes aegypti em Bom Despacho com a secretária de Saúde, Tamara Bicalho.