Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Educação

Oficina motivacional inspira professores da Creche Dona Íris para acolher crianças e famílias

Na foto, a professora Cicelaine Couto e servidores da Creche Dona Íris (Arquivo da Creche, 15/7/2021).

Aconteceu no dia 15 de julho a oficina motivacional Acolhimento do Outro e de Si, realizada pela professora Cicelaine Couto para professores e servidores da Creche Dona Íris, no bairro Bela Vista.

A oficina faz parte da programação da creche para formação continuada dos servidores e inspirou a construção de ambiente educacional colaborativo e acolhedor dos servidores, das crianças e de seus familiares para fortalecer os vínculos profissionais da creche para o trabalho pedagógico, em especial, para o enfrentamento dos impactos e efeitos deste contexto pandêmico em que estão inseridos.

Na foto, da esquerda para a direita: Professora Cicelaine, a diretora Raquel da Costa e a vice-diretora Camila Marques (Arquivo da Creche, 15/7/2021).

Professora Cicelaine trabalhou valores e técnicas de acolhimento de grupos com os servidores, utilizando a música para a reflexão do fazer de cada um para o desenvolvimento dos campos de experiências que serão vivenciados pelas crianças. A Banda Fernando e Cia participou da oficina e executou várias canções que emocionaram os participantes, favorecendo as dinâmicas desenvolvidas.

As ações seguiram todos os protocolos sanitários para o combate à Covid-19. Ao final, os professores registraram em suas falas o quanto a oficina favoreceu o desenvolvimento da empatia, do afeto, do acolhimento, gerando um clima mais propício ao trabalho pedagógico na creche.

A vice-diretora Camila Marques pontuou a importância do trabalho da Prof. Cicelaine, que além de servidora pública e colega da rede, é moradora do bairro, conhece a realidade local e acima de tudo é reconhecida pela sua empatia com as crianças e suas famílias.

Diretora Raquel destacou a importância da formação dos servidores para o atendimento das 250 crianças, de 4 meses a 5 anos de idade, dos bairros Rosário II; Dona Branca, especificamente as ruas 1 a 10; Bela Vista; Novo Horizonte; Dom Joaquim e Novo Dom Joaquim, buscando sempre o melhor para nossas crianças, profissionais e comunidade escolar.

Prefeitura e Sindicato Rural fecham parceria para desenvolver a educação nas áreas rurais

Patrick Brauner, diretor do Sindicato; Elaine Soares, diretora do Sindicato; Márcio Antônio, gerente do Ensino Fundamental; Edmilson Ferreira, coordenador do Desenvolvimento Econômico e Vespasiano Lúcio, coordenador do Desenvolvimento Econômico.

Servidores das secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Educação se reuniram com os diretores do Sindicato Rural de Bom Despacho para apresentação do projeto EduCampo. o objetivo foi fechar parceria de apoio ao desenvolvimento do projeto da educação do campo que propõe um olhar diferenciado para quem vive e faz da zona rural um lugar de sustento, de produção, de cultura e de vida.

Esta parceria com o Sindicato Rural pretende levar cursos presenciais ou digitais do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) para as comunidades das quatro escolas municipais que integram o EduCampo que são as escolas Flávio Cançado Filho e Virgílio Antônio da Silva e as Creches Dona Joesse e Jacinto Salviano da Silva.

“A parceria com o sindicato trará vários benefícios para o desenvolvimento do projeto e para a transformação da zona rural e da valorização do seu povo, tendo a escola como lugar estratégico para a elevação da qualidade de vida de todos”, afirmou o servidor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Edmilson Ferreira.

Prefeitura busca recursos para promover a educação em Bom Despacho

Na foto estão Gabriela Fernandes e Larissa Castro.

A Secretaria de Educação, por meio do Plano de Ações Articuladas do Governo Federal (PAR), está fazendo diagnóstico e cadastramento de ações e planejamento plurianual de políticas educacionais. O objetivo é desenvolver ações que contribuam para a ampliação, a oferta, a permanência e melhoria das condições escolares e o aprimoramento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na rede pública de ensino.

O PAR apresenta indicadores definidos a partir do diagnóstico e planejamento local, consolidados em quatro dimensões: gestão educacional, formação de professores e profissionais de serviço e apoio escolar, práticas pedagógicas e de avaliação e infraestrutura física e recursos pedagógicos.

Segundo Larissa Castro, técnica em gestão pública, “é através desse sistema tão importante, que o município tem a oportunidade de buscar apoio federal através do cadastro de iniciativas e da possibilidade de recebimento de emendas parlamentares.”

A subsecretária de Educação, Gabriela Fernandes, informa que “o PAR é um importante instrumento de captação de recursos federais, para a assistência técnica e financeira para o desenvolvimento da educação pública.”

Prefeitura está avaliando ensino para desenvolver cada vez mais a educação em BD

Na foto estão o gerente do Ensino Fundamental, Márcio Antônio, e a gerente da Educação Infantil, Adriana Carla.

Para melhorar a educação municipal em Bom Despacho, a Prefeitura realiza o Sistema Municipal de Avaliação da Educação Básica (Simaeb). Neste ano, devido à pandemia, as provas foram canceladas no primeiro semestre e agora a Secretaria de Educação está realizando elas em formatos digital e em papel para evitar a proliferação da doença.

O Simaeb é um instrumento que identifica as características de aprendizagem dos alunos e os fatores que interferem neste processo. Com ele, são realizadas provas com alunos do 1° ao 5° ano periodicamente. Com os resultados nas mãos, as equipes das escolas e da Secretaria de Educação readequam os planejamentos de forma a reforçar a aprendizagem.

As provas avaliam os alunos individualmente e tudo que aprenderam na sua grade curricular, não somente matemática e português. Com essa avaliação individual, o município pode realizar ações mais precisas para promover o desenvolvimento dos alunos e ajudá-los em suas dificuldades.

“O Simaeb é uma prova em construção coletiva, digital e com a composição de todos os elementos curriculares da educação”, afirmou o gerente de Desenvolvimento do Ensino Fundamental, Márcio Antônio da Silva.

Prefeitura continua preparando e entregando kits de alimentos para alunos da rede municipal de ensino

Para apoiar famílias de alunos da rede municipal nesta pandemia, a Prefeitura continua preparando e entregando kits de alimentos às famílias. Os kits seriam utilizados no preparo das merendas escolares.

“Como as crianças se alimentam nas escolas, a preocupação da Prefeitura é levar essa alimentação em casa. Estamos passando por um momento muito crítico e este kit ajuda muito as famílias nesta pandemia”, destacou a secretária de Educação, Lucinha Gontijo.

Saiba mais – Inicialmente, como a pandemia surgiu de forma muito rápida, impossibilitando um planejamento completo, as merendas que já estavam nas escolas foram distribuídas e no mês seguinte apenas as famílias em situação de vulnerabilidade receberam os kits, beneficiando quase 500 alunos. Em julho de 2020, já foram 660 alunos contemplados.

Após esse período de adaptação, um planejamento foi feito de forma que todos os alunos matriculados nas escolas municipais recebessem os kits. Atualmente, em média 4 mil alunos são beneficiados com esta ação.

Já foram entregues kits com arroz, feijão, macarrão, sal, ovos. Todos os kits contam também com diversos legumes e frutas, para oferecer uma boa alimentação e desenvolvimento saudável para as crianças. Também são distribuídos pão e leite para as famílias quinzenalmente. Tanto os kits quanto a distribuição dos pães e do leite são realizadas nas dezesseis escolas municipais.

Além disso, a Prefeitura está credenciando produtores da agricultura familiar e empreendedores familiares rurais para aquisição de alimentos destinados à merenda escolar dos alunos no período de retorno presencial das aulas (previsto para agosto) com um valor estimado de R$ 337.043,76, trazendo benefícios também para a economia local, auxiliando assim pequenos produtores nesse momento tão difícil.

Pais aprovam as ações – Os resultados colhidos têm sido muito gratificantes, com diversos depoimentos de mães que relataram que os kits estão sendo muito importantes dentro de casa.

“O kit ajudou muito e chegou em uma boa hora. Ele contém tudo que faz parte de uma boa alimentação para as crianças. Só tenho a agradecer”, disse Michele Costa, mãe dos gêmeos Gustavo Rafael e Otávio Miguel, alunos da Creche São Vicente em Bom Despacho.

“Eu acho muito gratificante pois agora estamos passando pelo momento da pandemia, então muita gente não tem serviço. As mães vêm buscar, pois se não tivessem nem este alimento, não teriam nada para comer”, disse Bárbara Santos, mãe de Henry Silva, do 1º Período da Creche Dona Joesse.

Creches Dona Íris e Doutor Hugo comemoraram com seus alunos seu primeiro arraiá virtual

Não foi a distância que impediu que as crianças, famílias, profissionais e convidados das creches Dona Íris e Doutor Hugo fizessem a festa no seu arraiá virtual. Dedé Sanfoneiro e seus amigos animaram a noite ao som de clássicos da música sertaneja, forró, entre outros hits que agradaram ao público.

Além da música de qualidade, foi destaque a participação de Amâncio, uma figura representativa da cultura caipira mineira. Houve sorteios de brindes para contemplar a participação das crianças das duas escolas.

Raquel da Costa, diretora da Creche Dona Íris, disse “estou muito satisfeita com a participação das crianças, das famílias, das comunidades. Apesar da pandemia que ainda estamos enfrentando, as ações educativas não podem parar. A educação e a cultura precisam chegar de alguma forma às crianças.”

Elisângela Kelly, diretora da Creche Doutor Hugo, pontuou que “as parcerias são muito necessárias para a realização de eventos como este. Sem a colaboração de todos, não conseguimos ofertar às crianças a educação que elas precisam e merecem, em tempos tão difíceis.”

Veja fotos do arraiá

Arraiá virtual das creches Dona Íris e Doutor Hugo – Julho de 2021

Prefeitura promoveu atividades físicas online para alunos da rede municipal

Vídeos são publicados no canal da Prefeitura no YouTube. Acima, veja o vídeo sobre brincadeira com copo. Veja os outros vídeos.

A Prefeitura, por meio das secretarias de Educação e de Esportes e Lazer, desenvolveu o projeto de incentivo à prática de atividades físicas e esportivas no contra-turno escolar.

Profissionais de educação física e da área esportiva gravaram vídeos de modalidades de recreação, jogos e brincadeiras, ioga, karatê, capoeira, ginástica, alongamento, dança, balé, atletismo (corrida), boliche, cabo de guerra, e disponibilizaram para os alunos das escolas municipais Coronel Praxedes, João Dornas Filho, Flávio Cançado Filho, Dona Duca e Virgílio Antônio e Escola Especial Paulo Campos Guimarães (Apae). No total, 1291 alunos participaram.

A atividade física ajuda no desenvolvimento e fortalece a imunidade. Crianças e adolescentes precisam correr, brincar, se exercitar. Mas, o isolamento social trazido pelo novo coronavírus dificultou a prática para muitas delas. Pensando nisso, a Prefeitura disponibilizou vídeos semanalmente entre os meses de abril e julho com sugestões de diversas atividades físicas e esportivas para que as crianças e adolescentes realizassem em casa no contra-turno escolar.

“As aulas virtuais no contra-turno escolar trouxeram grandes benefícios para os alunos pois eles melhoraram sua qualidade de vida e saúde, além de desenvolver habilidades motoras básicas como coordenação motora grossa e fina, lateralidade, noção de espaço e tempo, equilíbrio, dentre outras”, destaca a secretária de Esportes e Lazer, Roberta Neves.

A secretária de Educação, Lucinha Gontijo, ressalta que: “As atividades foram um sucesso. Teve uma grande participação dos alunos de todas as escolas envolvidas. As crianças participantes enviaram fotos e vídeos para os professores como forma de comprovação de realização das atividades.”

Prefeitura reforça combate ao coronavírus nas escolas municipais

A Secretaria de Educação reforçou as compras de itens de equipamentos de proteção individuais (EPIs) de maneira criteriosa, para garantir a segurança e a proteção de todos os servidores da educação contra o coronavírus.

Entre os itens, foram adquiridos mais dispensadores de álcool gel para entradas, pátios e salas de aula de todas as escolas, máscaras descartáveis e protetores faciais, termômetros, álcool gel 70% e tapetes sanitizantes.

Segundo a subsecretária de Educação, Gabriela Fernandes, “todas as escolas já possuem os itens necessários exigidos no Protocolo Sanitário de Retorno às Atividades Escolares. As compras estão sendo reforçadas para evitar que não falte nenhum EPI e assim efetivar que o Protocolo Sanitário e a saúde dos servidores sejam garantidos de forma efetiva.”

Prefeitura prepara escolas para alunos e servidores

Construção de passeio na Escola Elvino Paiva

A Administração e a Secretaria de Educação continuam investindo reformas e reparos nas escolas municipais com o intuito de proporcionar um ambiente mais acolhedor e facilitador da aprendizagem.

Reparo de encanamentos na Creche Nossa Senhora Auxiliadora

Os serviços de cuidados com a infraestrutura das escolas acontece diariamente por meio do setor de rede física, que é responsável por dar o suporte necessário para as escolas municipais, referente a otimização e limpeza dos espaços, entrega de materiais e equipamentos necessários ao bom andamento dos trabalhos pedagógicos e administrativos.

Poda de árvores na Escola Dona Duca

Segundo a subsecretária de educação, Gabriela Fernandes, “a infraestrutura escolar vai desde itens básicos e locais de convivência até espaços para organização do funcionamento da escola e materiais didático-pedagógicos. Quando cuidamos da infraestrutura das nossas escolas, o rendimento escolar é diretamente influenciado pela estrutura que a escola possui, já que os alunos receberão estímulos ao acessar espaços bem planejados, organizados, alegres, prazerosos, conservados, confortáveis e higiênicos.”

Confira algumas dessas obras

Reparos na rede física da Educação – Julho de 2021

Construção do passeio na Escola Professor Elvino Paiva

Poda das árvores na entrada e instalação de interfone para segurança dos alunos e servidores da Escola Dona Duca

Reparo na rede de escoamento dos refeitórios da Creche Nossa Senhora Auxiliadora

Ações de boas-vindas ao trabalho presencial na Creche Dona Íris – Junho de 2021

Prefeitura premia alunos vencedores do Concurso Caipire-se

A Secretaria de Cultura e Turismo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Educação entregaram nesta terça-feira (dia 29) os prêmios e troféus para os vencedores do concurso Caipire-se. O concurso de fotografias de trajes juninos aconteceu durante a live do Arraiá BD e contou com a participação de alunos de diversas escolas municipais.

Luiz Fernando, de 14 anos, e Leandro Henrique, de 7, da Escola Municipal Virgílio Antônio da Silva do distrito do Mato Seco ganharam nas categorias Ensino Fundamental 2 e Fundamental II respectivamente. Já a pequena Geovanna Silva, da Escola Municipal Coronel Praxedes, venceu a categoria Ensino Infantil. Veja como foi a premiação.

Os alunos ganharam prêmios da Bonotoy e Mavero, troféus da Secretaria de Cultura e Turismo e um brinde ofertado pela Secretaria de Educação. Confira também como foi o Arraiá BD no vídeo abaixo.

Educação e Arpa III se unem para ensinar valores ambientais a alunos da rede municipal de ensino

A Secretaria de Educação e a Associação Regional de Proteção Ambiental (Arpa III), para comemorar o dia do Meio Ambiente, distribuiram 80 mudas de árvores para alunos das escolas municipais. “Todos juntos cuidando do meio ambiente”, comemorou Adriana Carla, gerente de Desenvolvimento da Educação Infantil.

Veja fotos das ações

Veja fotos das entregas de mudas a alunos da rede municipal de ensino – Educação e Arpa III – Junho de 2021