Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

13 de maio, Dia da Abolição da Escravatura

Prefeitura Municipal de Bom Despacho

A Prefeitura, tem como uma das suas importantes metas desenvolver políticas inclusivas. E é por isso que a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo está responsável pelo planejamento e realização de ações que promovam a igualdade racial em nossa cidade.

Segundo Historiadora, Bárbara Freitas: “No dia 13 de maio comemoramos a abolição da escravatura. Depois de mais de 300 anos, o governo brasileiro aprovou a lei que libertou o povo negro das amarras que lhes foram impostas. Mas, ao contrário do que muitos pensam, não foi a princesa Isabel quem libertou os negros, foram ELES PRÓPRIOS. A liberdade veio depois de muita luta, resistência, estratégias, fugas e depois de todas as vezes que, diante a dominação, eles não se calaram. 13 de maio é dia de lembrar esta luta. Dia em que devemos repensar a construção do Brasil e de nossa própria cidade, que foi erguida sob território quilombola. Não é por acaso que falamos uma língua diferente e uma de nossas mais famosas festas é o Reinado de Nossa Senhora do Rosário.”

A Secretária Municipal de Cultura e Turismo destaca: “No dia de hoje, muitos reproduzem a seguinte fala: Hoje é o dia da abolição da escravatura, onde a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea. Falam como se ela tivesse simplesmente assinado um pedaço de papel. Precisamos lembrar que para chegar neste momento de conquista, muitos foram sacrificados e muitos outros lutaram incessantemente, promovendo o movimento abolicionista brasileiro. Não podemos pensar nesta data de forma fantasiosa, e sim, de forma afirmativa, planejando e elaborando ações para se fazer a reparação histórica, através da construção de políticas estruturais. É por isso que em Bom Despacho temos a Política de Proteção e Igualdade Racial. Vamos construir junto a Comunidade Quilombola um futuro melhor, com maiores oportunidades para todos. A Secretaria de Cultura, através da Coordenadoria de Política de Promoção e Igualdade Racial, está desenvolvendo o Plano de Política específica, para valorizar o negro, dando-lhe maiores oportunidade de capacitação, emprego e renda e expressão de sua arte. As servidoras Graça Epifânio e Goretti Cabral estão à frente deste importante projeto que na sua construção contará com a participação de todos os servidores da Cultura”.

A Coordenadora de Igualdade Racial, Maria das Graça Epifânio da Silva afirma que: “A luta dos negros está longe de acabar, mas a nossa resistência busca o respeito aos nossos direitos garantidos em lei e que as políticas públicas sejam efetivadas. Gostaria aqui de lembrar que no dia 27 de março de 2019, Dandara dos Palmares e Luiza Mahin foram reconhecidas como símbolos da resistência negra, tendo os seus nomes incluídos no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. Este é o resultado de mais uma das lutas dos negros“.

Imprimir