Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Bom Despacho em Números – cidade das oportunidades

Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Prefeitura mantém crescimento de empregos e ainda oferece cursos profissionalizantes de graça para qualificar cidadãos

Graças a uma gestão austera e eficiente, a Prefeitura está conseguindo manter o crescimento do município, mesmo durante a crise. Em 2014 por exemplo, o número de empregos formais cresceu 10,12% com relação a 2012. Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, Bom Despacho superou cidades como Belo Horizonte (-4,0%), Divinópolis (1,48%) e Nova Serrana (0,75%). Outro exemplo é o crescimento de Microempreendedores Individuais (MEI). Em 2015, a classe aumentou 140% se comparado ao ano de 2012.

Estas conquistas são frutos de ações da Administração Fernando Cabral como, a implementação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, que desburocratizou novos negócios e facilitou a legalização das empresas; a modernização dos sistemas de atendimento da Prefeitura; a qualificação da mão de obra da cidade. “Já oferecemos à população mais de duas mil vagas em cursos técnicos e de formação continuada. Nestes cursos são formados profissionais de diversas áreas: pedreiros, eletricistas, auxiliar administrativo, técnico em enfermagem, cuidador de idosos, técnico em manutenção de computadores, cabeleireiros, padeiros. As qualificações são gratuitas. Alguns cursos ainda oferecem bolsa alimentação, material didático e uniformes”, destaca o Prefeito Fernando Cabral.

Os participantes dos cursos agradecem a oportunidade – Dona Revalina Pinto de 60 anos está entre eles.Ela fez o curso de Auxiliar Administrativo. “Pretendo estudar mais. Quero participar de mais cursos da Prefeitura e também me formar em Administração de Empresas”, conta entusiasmada. A aluna Gabriele da Silva já participou de vários cursos oferecidos pela Prefeitura. “Gostei muito e quero aumentar meus conhecimentos ainda mais”, diz empolgada. Margarida Silva foi a única mulher de um dos cursos de Pedreiro. Ela se formou e tem novos projetos. “Gostei muito do curso e da oportunidade. Agora construirei minha casa”.

Imprimir