Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Bom Despacho tem três casos de chikungunya confirmados

Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Neste ano, Bom Despacho registrou três casos confirmados de pacientes com febre chikungunya em Bom Despacho. O único registro da doença anterior a este ano foi feito em 2019. Ela é uma das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (dengue e zika vírus).

Para evitar que a doença se prolifere ainda mais é necessário que a população reaja rapidamente pois 95% destes focos estão dentro de imóveis. De acordo com levantamento da Secretaria de Saúde, o índice de infestação de Aedes aegypti está em 12,4%. O ideal seria estar menos que 1%.

“Peço que a população elimine toda a água parada de sua residência. Quando receber visita de agentes de endemias, acate as recomendações deles”, destacou o gerente de Vigilância Epidemiológica, Fernando Júnior. Aqueles que não seguirem as recomendações podem ser multados e receber ordem judicial por motivo de saúde pública.

Em 2021, a Secretaria de Saúde também registrou 86 notificações (casos suspeitos) de dengue, sendo que uma foi confirmada. Também houve uma notificação de zika vírus.

Saiba mais – A chikungunya causa fortes dores nas articulações e pode incapacitar alguns pacientes. Em bebês, idosos de 65 anos ou mais e pessoas com múltiplas doenças; principalmente de origem cardíaca, pulmonar ou neurológica; costumam ter uma evolução mais agressiva da doença que pode ser fatal.

Imprimir