Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Farmácia Municipal melhorou atendimento ao cidadão

Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Demora nas filas e falta de medicamentos são coisas do passado na Farmácia Municipal da Rua Lambari.

Hoje, a Farmacinha, como é chamada pelos usuários, oferece mais de 170 remédios diferentes e atendimento mais rápido. Além disso, há uma farmacêutica presente no local durante 8 horas por dia. “Todos que procuram a Farmácia Municipal encontram lá os medicamentos básicos que precisam”, assegura a farmacêutica Marinês Maluf Giordani, 34, coordenadora do local.

Marinês: não faltam remédios

Situação muito diferente do início deste ano, quando a fila de pessoas se estendia pela rua, debaixo de sol e chuva, e faltavam até fitas para medição de glicose.

O secretário da Saúde, Sérgio Cabral, ressaltou também que acabaram as perdas de medicamentos por vencimento do produto. “Qualificamos servidores e criamos um controle rigoroso das compras para manter estoques compatíveis com a procura, eliminando perdas que aconteciam antes”, explicou.

Um esforço que tem dado bons resultados e é reconhecido pela população.

Talita Alves: servidoras educadas

Talita Assis de Souza Alves, 23 anos, funcionária da Fonte Calçados, é usuária da Farmácia Municipal na Rua Lambari. Ela tem usado este serviço a fim de pegar remédios para ela própria, para seu irmão e para seu tio, que toma medicamento controlado. “Aqui sou atendida sem fila e sem demora”.

Talita elogiou também o atendimento das funcionárias municipais. “Elas são ágeis, educadas e prontas a nos explicar direitinho os detalhes da receita que trago” – afirmou.

Maria Aparecida: sem burocracia

Maria Aparecida Pereira Alves, servidora do Fórum de Bom Despacho, também demonstrou sua satisfação diante do modo como a tratam ao procurar a Farmácia Popular Municipal.

Maria Aparecida afirmou que o atendimento da Farmacinha é rápido, não tem mais filas e nem burocracia. “As funcionárias são muito educadas e prontas a me dar informações que às vezes tenho de pedir. Chego lá, apresento as receitas e logo saio com os remédios”.

Imprimir