Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Língua da Tabatinga será registrada como patrimônio cultural imaterial da cidade

Língua da Tabatinga será registrada como patrimônio cultural imaterial da cidade

Secretaria de Cultura e Turismo e pesquisadores estão elaborando dossiê de registro da língua

A Secretaria de Cultura e Turismo está auxiliando as pesquisas para a elaboração do Dossiê de Registro da Língua do Negro da Costa ou Língua da Tabatinga, língua de origem africana que foi e é bastante utilizada pelos moradores da região da Tabatinga de Bom Despacho.

O objetivo do registro da língua é o reconhecimento e valorização da presença das populações negras que contribuíram e contribuem para a formação histórica e cultural de Bom Despacho. “Os estudos para o registro reafirmam a importante contribuição do povo negro na formação de nossa cidade e a necessidade de valorizarmos este bem que já foi alvo de vários estudos e obras literárias”, afirma a secretária de Cultura e Turismo, Rosimaire dos Santos

Carolina Moreira, uma das responsáveis pela elaboração do dossiê, conta que a língua já foi uma forma de expressão de resistências entre os quilombolas. Segundo ela, “a língua é uma fala de resistência que inicialmente cumpria a função de comunicação secreta entre os seus falantes e atualmente se espalhou pelo município, ganhando visibilidade.”

Imprimir