Prefeitura Municipal de Bom Despacho

Atenção: as funções do site requerem que o Javascript esteja habilitado!
Ative-o e recarregue a página novamente.

Desenvolvimento Social - Página 2

Atenção: beneficiários do Auxílio Brasil devem realizar pesagem para manter benefício

Integrantes de famílias contempladas pelo Programa Auxílio Brasil, antigo Bolsa Família, devem procurar sua UBS para pesagem. Devem ser pesadas mulheres entre 14 e 44 anos, crianças menores de 7 anos e gestantes. Todas devem levar cartão de vacinação. As grávidas devem apresentar também a caderneta de gestante.

O objetivo da ação é acompanhar o estado nutricional dos beneficiados do programa e fazer intervenções que promovam a saúde e o bem-estar dessas pessoas.

Prefeitura orienta mães e gestantes que integram o Programa Criança Feliz

Em comemoração ao Dia Mundial da Infância, a Prefeitura conversou com as famílias atendidas no Programa Criança Feliz sobre os direitos das crianças. Foram realizadas reflexões sobre as condições de vida das crianças ao redor do mundo, além de orientações quanto aos direitos básicos de alimentação, moradia, formação social, educacional e de valores.

Gosto muito do programa Criança Feliz. Vocês mandam muita coisa interessante. Me ajudou muito. Obrigada por tudo”, agradeceu a gestante, Karla Libéria Korel.

Josiane Vieira, que também participa do programa, elogiou a iniciativa da Prefeitura: “Minha família participou e foi muito bom para o desenvolvimento da minha filha. Me ajudou muito. A Íris e a Ísis também estão tendo bom desenvolvimento com as atividades propostas pelos assistentes sociais da Prefeitura”, destacou.

Saiba mais sobre o programa – neste programa, as assistentes sociais da Prefeitura acompanham famílias vulneráveis e ajudam a fortalecer o vínculo afetivo entre seus integrantes. Além disso, elas ajudam os pais a interagirem mais com as crianças para que elas cresçam felizes, com seus direitos garantidos, e no futuro, tenham chances iguais às demais.

Para participar do programa, basta procurar o Cras mais próximo de sua residência ou ligue nos telefones abaixo:

• Cras Ana Rosa-Centro – Rua Cruz do Monte, 299, Centro. (37)3522-7653 ou (37) 99106-0930.

• Cras Babilônia-Ozanan – Rua Picão Camacho, 500 – Ozanan (37)3522-7329.

• Cras São Vicente – Rua Alisson Justino de Souza, 1009 – São Vicente (37)3522-7613 (37) 99106-1552.

Prefeitura e CDL Acibom alinham detalhes para o lançamento do Cartão Social

A Prefeitura, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico e Social, se reuniu com a diretoria da CDL Acibom para alinhar detalhes para o lançamento do Cartão Social em Bom Despacho. O Cartão social trará condições e possibilidades de melhor atender as necessidades de famílias em estado de vulnerabilidade social sem expô-las a situações indesejadas.

“O projeto do cartão social está em seus últimos detalhes e será lançado em breve para todas as famílias que necessitam do apoio da Prefeitura Municipal e de seus mais diversos serviços”, afirmou Washington Ferreira, coordenador da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Saiba mais – Com o Cartão Social nas mãos, as famílias em situação de vulnerabilidade social poderão escolher seus alimentos, materiais de limpeza, de higiene pessoal, enxoval de recém-nascido e até mesmo materiais de construção. Mais de mil famílias serão beneficiadas.

Hoje em dia a Prefeitura já oferece estes benefícios à população vulnerável. Entretanto, as famílias recebem os produtos diretamente. Com o Cartão Social, as famílias receberão o crédito e poderão escolher o que comprar, as marcas, a quantidade de cada item.

Para ter acesso ao cartão, as famílias precisam estar com seus dados atualizados no Cadastro Único de Programas Sociais (Cadúnico). Os valores do crédito serão liberados de acordo com a necessidade da família e critérios estipulados dentro das políticas do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

Cras Ana Rosa – Centro empoderou mulheres no seu dia

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a equipe do Cras Ana Rosa – Centro realizou roda de conversa com mulheres atendidas pelo centro. Veja fotos da ação.

A ação levou reflexões sobre o histórico de luta das mulheres na conquista por direitos como também elevou a autoestima das mulheres que fazem parte dos serviços ofertados no Cras.

A usuária Magda Helena participou da ação. “Tenho muito orgulho de ser mulher, ser batalhadora e guerreira. Agradeço ao Cras por ter me acolhido quando mais precisava e ter tido o apoio de todos”, disse Magda.

“Foi um momento muito emocionante e gratificante. Além de divulgar os serviços ofertados, queremos mostrar para as mulheres que o Cras é um espaço aberto para elas”, disse a coordenadora Junia Luise.

Prefeitura e ADEFIS oferecem aulas de natação para crianças e adolescentes atendidos pela associação

Todos os sábados de manhã, cerca de 30 crianças e adolescentes atendidos pela ADEFIS têm aula de natação ofertadas pela Prefeitura.

A natação estreita o vínculo familiar e fortalece a confiança da criança em seu ente querido, que precisa acompanhá-lo na piscina durante os 45 minutos de atividades. As crianças têm ensinamentos básicos de natação, recreação com bolas, brinquedos e outros. Elas se divertem, aprendem e ao mesmo tempo os vínculos familiares se estreitam cada vez mais”, destacou Daniela Alves Couto Silva organizadora da natação da ADEFIS-BD

As famílias estão satisfeitas com a natação. “Camile tinha dificuldades em ficar dentro da água sem tampar o nariz e hoje, ela consegue. Também tinha dificuldades em bater os pés. Hoje já teve uma evolução e está bem melhor”, comemora Tamires, mãe de Camile, de 13 anos.

Prefeitura oferece diversas aulas de graça para a população – a Prefeitura oferta diversas aulas de graça para crianças, adultos, idosos. Entre elas, ioga, futsal, vôlei, xadrez, skate, capoeira. Participe!

Para se inscrever basta ir no dia e local da aula. Clique aqui para saber quais aulas estão disponíveis, seus dias, horários e locais.

Para fazer aula de capoeira, se inscreva em um dos Cras:

Cras Ana Rosa-Centro – Rua Cruz do Monte, 299, Centro. (37)3522-7653 ou (37) 99106-0930.

Cras Babilônia-Ozanan – Rua Picão Camacho, 500 – Ozanan (37)3522-7329.

Cras São Vicente – Rua Alisson Justino de Souza, 1009 – São Vicente (37)3522-7613 (37) 99106-1552.

Prefeitura oferece aulas de capoeira para pessoas com deficiência

Na foto estão o aluno José Luiz e o professor Itamar.

A Prefeitura oferece várias atividades à população. Entre elas, as aulas de capoeira do Engenho do Ribeiro para pessoas com deficiência.

A capoeira trabalha tanto a parte física quanto psicológica, evidenciando o desenvolvimento dos aspectos motores, cognitivos, afetivos e sociais.

Gicelma, mãe do alunos José Luiz, elogiou o trabalho do servidor e mestre Itamar e parabenizou a iniciativa da Prefeitura. “José Luiz teve grandes avanços com a prática da capoeira. Entre elas a Interação social, coordenação motora, memorização, aprendizado musical, tolerância, lateralidade, superação, amor, autonomia e, principalmente, a redução da agressividade”, destacou Gicelma.

Leve seu filho para participar também – Se o seu filho tem vontade de praticar a capoeira, entre em contato com uma das unidade do Cras de BD mais próxima da sua casa.

  • Cras Ana Rosa – Centro – Rua Cruz do Monte, 299, Centro. (37)3522-7653 ou (37) 99106-0930. cras-ac@bomdespacho.mg.gov.br, de 8h às 18h.
  • Cras Babilônia – Ozanan – Rua Picão Camacho, 500 – Ozanan (37)3522-7329 cras-bo@bomdespacho.mg.gov.br, de 8h às 18h.
  • Cras São Vicente – Rua Alisson Justino de Souza, 1009 – São Vicente (37)3522-7613 (37) 99106-1552 cras-sv@bomdespacho.mg.gov.br, de 8h às 18h.

Prefeitura empossa novo Conselho do Idoso

A Prefeitura deu posse na sexta-feira (dia 4) aos novos representantes do Conselho Municipal do Idoso (CMI) de Bom Despacho. O CMI é instrumento importante na construção de políticas públicas voltadas para os idosos.

O conselho conta com oito conselheiros titulares e oito suplentes representando o Poder Público Municipal e a Sociedade Civil. Confira os membros do CMI neste link.

Prefeitura continua atendimento de frequentadores do CCI de forma remota

Na foto estão as orientadoras sociais Gisele e Thalita fazendo o atendimento remoto.

Para que os cidadãos atendidos no Centro de Convivência de Idosos fiquem seguros quanto à proliferação da Covid-19, os serviços do centro estão suspensos. Apesar disso, os atendimentos permanecem de forma remota por contato telefônico.

A equipe do Cras Babilônia – Ozanan semanalmente faz ligações para todos os frequentadores do serviço para monitorar e manter o contato e o vínculo com cada um deles. Assim que as atividades puderem voltar, a equipe estará à disposição para atendê-los da melhor forma e segurança.

Prefeitura promove acesso de famílias quilombolas a políticas públicas

Na foto estão Lilia, assistente social; Gisele, orientadora social; José Geraldo, liderança do Quenta Sol; Stella Couto, coordenadora do CRAS Babilônia – Ozanan.

No dia 23, a equipe do CRAS Babilônia- Ozanan fez visita ao quilombo do Quenta Sol, localizado na avenida Doutor Juca, para realizar a inclusão dos moradores ainda não cadastrados no Cadastro Único para Programas Socias (CadÚnico).

A inclusão das famílias quilombolas possibilita a elaboração tanto de um diagnóstico das principais necessidades dessas comunidades quanto de políticas públicas e programas sociais voltados a esse público. Ressalta-se que a ação foi intensificada durante o mês, porém o serviço segue durante todo o ano.

“A equipe foi muito bem recebida pela liderança do quilombo, senhor José Geraldo, momento que também pudemos informar sobre os benefícios ofertados pela política de Assistência Social do Município”, disse Stella Couto, coordenadora do Cras Babilônia – Ozanan. Os Cras realizam atendimento ao público de segunda a sexta-feira de 8h às 18h.

Para garantir que os proprietários tenham a posse definitiva de seus imóveis, a Prefeitura está recadastrando imóveis do Cohab do Babilônia

Na foto, o Cristo do Babilônia. Um dos cartões postais da cidade no bairro. Crédito: Breno Tupy.

A Prefeitura está recadastrando os imóveis do conjunto habitacional da Cohab, do Bairro Babilônia.

O objetivo é promover a titulação (escritura registrada) para todos os proprietários que ainda não têm a propriedade, mantendo apenas a posse dos imóveis.

Pretende-se alcançar em torno de 60 unidades residenciais. Independentemente se o mutuário está ou não em dia com a COHAB, a Prefeitura atenderá a todos.

Falta pouco para mais de 1.000 famílias de Bom Despacho receberem o Cartão Social

Muito em breve, a Prefeitura entregará o Cartão Social para mais de mil famílias de Bom Despacho. Com ele em mãos, as pessoas poderão escolher seus alimentos, material de limpeza, de higiene pessoal, enxoval de recém-nascido e até mesmo materiais de construção.

Hoje em dia, a Prefeitura já oferece estes benefícios à população vulnerável. Entretanto, as pessoas recebem os produtos dentro da cesta básica, do kit de higiene ou de limpeza. Com o Cartão Social, as famílias receberão o crédito no Cartão Social e poderão escolher o que comprar, as marcas, a quantidade de cada item.

“Além de ajudar, vamos dar autonomia para essas famílias escolherem o que querem consumir. Com o Cartão Social, elas vão ao comércio e compram o que estiverem precisando em casa. É justo! Elas têm este direito. Além de dar esta liberdade às famílias, vamos aquecer a nossa economia, pois todos comprarão em Bom Despacho”, destacou o Prefeito Doutor Bertolino.

Para ter acesso ao cartão, as famílias precisam estar com seus dados atualizados no Cad-Único da Prefeitura. Os valores do crédito serão liberados de acordo com a necessidade da família e critérios estipulados dentro das políticas do Sistema Único de Assistência Social – Suas.

O Cartão Social é uma iniciativa da Prefeitura com o apoio da CDL/Acibom.

Em novembro, Prefeitura enviou à Câmara projeto que cria Cartão Social

Cartão beneficiará diretamente cerca de 4 mil pessoas de BD. Entre elas Maria Isabel e seu filho, João Gabriel, que aparecem na foto.

Dar mais dignidade às famílias vulneráveis motivou a Prefeitura a criar o Cartão Social. Além disso, se aprovada pelos vereadores, a iniciativa vai gerar outros benefícios para as pessoas, como autonomia, autoestima, segurança. Tem mais, com o Cartão Social, as famílias vão comprar no comércio da cidade e isso aquecerá nossa economia.

Para que tudo isso seja possível, a Prefeitura precisará da autorização da Câmara. “Queremos ajudar as famílias e ainda permitir que elas escolham os alimentos e produtos que consomem em vez de aceitarem uma cesta pronta. Por tudo isso e outras vantagens do Cartão Social, acredito que os vereadores aprovarão nossa iniciativa”, destacou o Prefeito Doutor Bertolino.

Saiba mais – hoje, quando uma família têm direito à cesta básica e kit de higiene, a Prefeitura fornece os produtos. Faz-se uma licitação e a empresa que apresentar melhor custo benefício ganha para fornecer esses produtos. Ela pode ser ou não de Bom Despacho. É assim na grande maioria das cidades.

Em Bom Despacho isso poderá mudar com a criação do Cartão Social. Todos os benefícios poderão ser creditados no cartão, como aluguel social, auxílio para enxoval de recém-nascido e para pequenas reformas residenciais. Feito isso, os beneficiários terão o crédito e comprarão de empresas da cidade.

Empresários, instituições e entidades se uniram para ajudar famílias afetadas pelas chuvas

Empresários, instituições, entidades e voluntários de Bom Despacho estão ajudando as famílias da cidade que foram afetadas pelas fortes chuvas.

A Comitiva Nossa Senhora Aparecida doou 15 cestas básicas, leites, kits de higiene pessoal e geral. Também foram doados roupas, sapatos, cobertores, máscaras, roupa de banho e cama, fraldas, brinquedos e bolsas.

Somadas ao apoio da Polícia Militar, mais de 2 mil peças de roupas e pares de sapatos foram reunidos.

Além destas doações, a Defesa Civil recebeu por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil – CEDEC, 90 cestas básicas e 9 kits de higiene. Todas as doações foram distribuídas entre as famílias afetadas pelas chuvas que estão em situação de vulnerabilidade.

Estamos presentes – Além da ajuda da sociedade, a Prefeitura apoiou todas as famílias que precisaram com cestas básicas, aluguel social, auxílio para pequenas reformas, kits de higiene.

Se você também quiser ajudar, procure o CRAS mais próximo de sua residência.

CRAS Babilônia: Rua Picão Camacho, 500 – bairro Ozanan (37) 3522-7329
CRAS Centro: Rua Cruz do Monte, 55 – bairro Ana Rosa (37) 99106-0930
CRAS São Vicente: Rua Álisson Justino de Sousa – bairro São Vicente (37) 3522-7613 / 99106-1552
CREAS: Rua João XIII, 45 – Bairro Santa Rita (37) 3522-7396 / 99106-1781

Cras Ana Rosa – Centro está atendendo em novo endereço

Para melhor atender as famílias referenciadas pelo Cras Ana Rosa – Centro, a Prefeitura mudou o local da sede do centro para a Rua Cruz do Monte, 55, Centro, próximo à Copasa. Para mais informações, ligue para 3522-7653 ou 99106-0930.

O Cras Ana Rosa – Centro atende moradores dos bairros – Ana Rosa, Bom Retiro, Centro, Conjunto Maria de Melo Queiroz, Conjunto Geraldo Sabiá, Cruz do Monte, Esplanada, Jardim dos Anjos I e II, Monte Castelo, Novo São José, Passagem, Santa Ângela, Santa Efigênia, Santa Rita, São Geraldo, São João, São José, Novo São José, São Lucas, Vila Aurora, Vila Gontijo, Bom Retiro, Jardim América, Dom Joaquim I e II, Gameleira, Mato Seco, Engenho do Ribeiro, Dom Rafael, Capivari dos Marçal, Córrego Areado, Área Rural BR 262.

Vagas do Sine